Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Os Filhos do Sol

Os Filhos do Sol

white-horse.jpg

É uma beleza assistir às brincadeiras de cavalos ao sol. Num dia de sol, o mundo é sempre mais belo para todos os seus filhos


Somos todos filhos do sol. Nascemos na escuridão mas foi a luz que no deu vida. A luz venceu as trevas e aliou-se à vida. Agora a nossa tarefa permanente é a luta contra as trevas e, para isso, temos de dar as mãos, usar a força e vence-las.


Os elefantes, no cabeçalho, dizem ao Ventor: «não queremos só água para o banho, Ventor, queremos água também para beber e não há»!


08.10.20

Outra Vez a Vespa Asiática


Luiz Franqueira

Hoje voltei a Mafra. Vi o meu amigo Piloto correr tanto que até pensei que as vespas asiáticas vinham atrás dele. Abraçou-me, lambosou-me e continuou a corrida doida até à "tia" Gisela.

Cheguei junto do meu amigo Rui e perguntei-lhe se as vespas asiáticas ainda andavam por lá. A resposta foi: "não, já não se têm visto".

IMG_0045.jpg

Esta comia e outra chegou e atacou-a. Foi uma algazarra

Dirigi-me às bananeiras onde quase não há flores, apenas uns resquícios aqui ou ali. Mas eu, ainda afastado vi uma a esvoaçar no meio das bananeiras. Calculei que era asiática pelo tamanho. Continuei a andar ao mesmo tempo que tentava ver, embora já velhas, as flores das bananeiras. Aproximei-me mais e encontrei o abdómen duma fora das pétalas e a cabeça e o tórax, dentro da flor.

Tirei-lhe fotos e, enquanto entretido a fotografar, senti uma espécie de motor poderoso passar junto da minha cabeça ... róóóonn. Era outra vespa asiática que fez um autêntico assalto há que se empanturrava nas flores. Após algumas picardias, encontros e reencontros, uma fez o róóóonn ao contrário entendendo que não podia estar ali. Uma fugiu e a outra ficou. Depois apareceu uma terceira e como só vi três juntas, eram pelo menos três que estavam lá mas, pelos movimentos, acredito que seriam mais. De qualquer modo, a motorização delas mete respeito e mais ainda, quando nos voam junto dos ouvidos. 

IMG_0053.jpg

Depois só ficou uma, ou a que estava lá primeiro ou aquela que a atacou. Uma delas deu às de vila diogo

Mas vim de lá muito triste. Às vezes pensamos que está tudo bem mas não está. Vim a saber que o meu amigo Bigodes, um belíssimo gato que era uma meiguice tinha sido morto por cães de vizinhos. As pessoas nos lugares pequenos, como já tenho assistido, deixam os cães andar à balda e muitas vezes são cães que não são flores que se cheirem. Claro que os cães não têm culpa mas os donos sim.

IMG_0291.jpg

Como eras lindo Bigodes e como tu fazias ciumes ao Pilantras. Ele cheirava-me todo e parecia que me dizia: «hoje estiveste com o Bigodes». Mas não estarei mais contigo, gatinho lindo. Esta é a tua última imagem que tirei em 10 de Setembro de 2020